quarta-feira, junho 20, 2007

(da SECÇÃO: Os GRITOs)

(20 de Junho de 2007)

.......................................................................................................................................................................
(Apelo)
Há notícias no nosso jardinzinho, que apesar de já contarmos com elas - infelizmente-, ainda me provocam um estranhíssiiiiimo incómodo. É o caso.
Se ainda não destruiram de todo, nas Pessoas deste País,aquele sentimento saudável e humano que se designava por solidariedade, eis aqui uma forte razão para o demonstrarmos.
Principalmente, a nós próprios e a quem nos divide mais, para mais reinar.
P.S. Visitem o Blog do nosso colega!



5 comentários:

Ruvasa disse...

Viva, José Alberto!

Gostei do seu blog e da iniciativa que tomou relativamente ao António Balbino Caldeira.

Hei-de voltar aqui e vou linká-lo no meu blog.

Abraço

Ruben

António Balbino Caldeira disse...

Muito grato pela sua solidariedade a apoio!

E, já agora, parabésn pelo seu blogue que linkarei na próxima actualização Do Portugal Profundo.

Menina_marota disse...

Um abraço solidário. É bom unirmo-nos e mostrar que não temos medo...

;)

Anónimo disse...

alguns ainda nos querem por mordaças .felizmente que ainda vamos tendo potugueses sem medo .
parabéns António albino

EU.CÁ.VOO.CAMINHANDO disse...

sócio-amigo (se me permite, tais designações,,, + ou - ,intimistas..) é Só :uma Honra ( e Nada de Vaidades e bjis kurporativistas, TOU FARTO Dessas Merdas!), (& supondo-me esclarecido Assim,) Dizia, por debaixo das sacadas do meu pedestral que Nunca terei: é para mim uma Honra ter 1 comentário Seu no meu (?) espaço "global"..
Continuaremos JUNTOS, Acredite! Siga o seu (Já Mt Bom !!!) Caminho ke eu faço e farei - acredite ke SIM - por seguir o Meu.
1 dia destes (se dEUS kiser) até poderemos beber 1, 2,3,copos.
Porque: Teremos que nos UNIR?. "a coisa está preta", meu Amigo, como sabe tão Bem e/ou
Melhor que eu.

sempre aki & disponível p/ "!"Seres Humanos como você
eu

(e outoros tb, porque não?)
josé alberto mar