segunda-feira, agosto 27, 2007

HÁ GENTE QUE MANDA NA GENTE SÓ PARA SE SENTIR GENTE

"gente" que manda na gente, só para se sentir gente. Eu, cá para mim, não gosto mesmo nada, dessa "gente". Prefiro, de longe, a gente que gosta da gente, sem lhe apetecer mandar na gente.Pois, essa "gente", que gosta de mandar na gente para se julgar gente, cá para mim, não são gente,mesmo. Porque se essa "gente" fosse realmente gente, entendia claramente - evidentemente, que não é necessário haver gente-por-cima & gente-por-baixo, dado que toda a gente nasce despida e toda a gente vai desta para melhor, vestida por outra gente.
Mas, porque é que o raio que os parta, dessa "gente" que continua a mandar em toda a outra gente, não começa por saber mandar bem neles próprios, para se tornarem verdadeiramente gente? Essa "gente" é muito infeliz, intranquila, sem paz por dentro, escura,etecetera, mas a gente não tem culpa, não é?, embora essa "gente" nos castigue por isso. Católicos, masoquistas, destes ou daqueles ramos, igrejas disto & daquilo, governantes grandes & governantezinhos pequenininhos, lá vê a gente, aquela outra "gente" a mandar, para nos enganar, dominar e roubar a gente.
Claro que também há gente que se deixa mandar, por essa "gente", e então só é gente assim-assim, entre os 2 lados das gentes.
Nesta coisa de haver gentes, "ser ou não ser é mesmo a questão", pois não há meias-gentes, própriamente dito.
(etecetera)
-texto-esboço-inacabado-quiçá- Agosto.2007-

3 comentários:

Fabrício Brandão disse...

Pois é, meu caro! E é curioso ainda darmos força a certos elementos abstratos, tais como Mercado, Política e outros tantos, quando na verdade são as gentes que controlam as ações. No altar nosso de cada dia, cultuamos deuses falsos de nossas ideologias tortas. Mas, como diria Caetano Veloso, "Gente deve ser bom".

Abraços!

PS: Obrigado pela sua atenção ao DIVERSOS AFINS!!

eduardo graça disse...

Postei no absorto com um abraço

Anónimo disse...

Pois é mesmo verdade meu senhor!
Tem muita raxao