terça-feira, agosto 14, 2007

O Sopro ( 2º)


3 comentários:

jorge mendes disse...

salve grande mar! mais uma fez, valeu a generosidade lá no fim (e aqui tbm, diga-se). q o céu sopre as dunas brancas lá do maranhão e q tdo seja só céu e mar pra ti. forte abraço

jorge mendes disse...

salve grande mar! mais uma fez, valeu a generosidade lá no fim (e aqui tbm, diga-se). q o céu sopre as dunas brancas lá do maranhão e q tdo seja só céu e mar pra ti. forte abraço

helena disse...

Olá jam
Que foto extraordinária!
Quando a vi, lembrei-me de Prometeu e do seu sopro do saber que roubou aos deuses para os oferecer aos humanos.
E ainda do sopro da vida sempre ávida de sabedoria.
Vê lá tu o que uma fotografia pode ter variadíssimas interpretações. A tua desconheço-a, mas é natural que seja diferente.
Um beijo